A nossa Proposta

Participam deste vídeo Davy Levy, Edu Cohen e Sami Douek.
Cena 2
E um texto de Davy Levy em 2020

Depoimento de Davy Levy

Terminamos as gravações da fase 1 do nosso projeto de depoimentos dos "Juifs d'Égypte".
A edição deve ficar pronta em uns 15 dias.

Agradeço ao Edu Cohen e Sami Douek que comigo colheram e participaram dos depoimentos de, Rebecca Cohen (Becky), Sabatino Levy, Maurice fermon, Albert Souss, Salomon Wahba, Ketty Nahoum, Rachel Shila Levy Hara, Denise Moghrabi, Alberto Moghrabi e Roger Elimelek.
Agradecemos também os depoimentos escritos de
Fernand Hemsi, verdadeiras aulas de historia colhidos pela Claudia Hemsi Leventhal.
É muito gratificante recuperar estas memórias de nossa historia em comum pois como se diz somos todos "irmãos de navio".
Agradeco também aos patrocinadores do projeto, Fórmula Blindados (
Charles Parczew), Human Made Seguros ( Jacques Carasso) e Plásticos Alko ( Alberto Souss) e a Bendito Video pela edição ( Bianca Cantino) .
Curta e divulgue, hoje o grupo já não se atem apenas a pessoas e familias que estão no Brasil e queremos chegar a 1800 membros ainda este ano.

Por Davy Levy em 3 de Setembro de 2020

Um planejamento Bem sucedido e em Progresso Contínuo

Davy Levy, um amigo de bairro e quase parente da Sinagoga da Rua Abolição em São Paulo. Uma Sinagoga sefardita que uniu a comunidade judaica originária do Egito para o Brasil por consequência de conflitos sociais e políticos.
Me dizia que da sua memória de infância nada restou senão um “apagão” e uma série de documentos, fotografias, papéis e documentos que atestam um passado que ele esqueceu ter vivido, uma realidade concreta que o tempo, da sua memória, volatiliza.
O incansável Davy abraçou uma série de ações sociais que por um mágico efeito reconfigura o passado da sua infância perdida nas areias do deserto e nas particularidades de um país relembrado por um passado que não existe mais.
Será verdade? Como ficam os documentos, depoimentos e fotografias plenas de autenticidade e de credibilidade? Fazem ou não fazem parte do mundo real?
A busca do passado perdido se torna presente e palpitante hoje e sempre, para a memória dos nossos pais e para a cultura permanente e progressiva hoje oferecida em domínio público para os nossos pequenos e para todos que convivem com os nossos preceitos, crenças e tradições.

Então que assim seja meu caro amigo Davy Levy.
Assistam aos três vídeo abaixo que resgatam o momento em que Davy, Sami e Edu contam e explicam a nossa proposta. Um depoimento gravado em Setembro de 2020 e reeditado em Fevereiro de 2022

Em frente sempre!

Sami Douek

10/02/2022

Participam deste vídeo Davy Levy, Edu Cohen e Sami Douek.
Cena 3
Depoimento de Sami Douek

Participam deste vídeo Davy Levy, Edu Cohen e Sami Douek.
C
ena 4
Depoimento de Edu Cohen

Cena 5
INDIGNAÇÃO
Urge o momento de indignar-nos diante de manifestações antissemitas SEMPRE e que esta indignação esteja estampada no rosto de cada pessoa sensata, judeu ou não, e também rosto de pessoas de qualquer etnia ou gênero.